Domingo, 7 de Maio de 2017

Ainda te hei-de ver ...

DSC_4873-1-2

Nikon D3200, 18-55mm @ 48mm, f/8, 1/320s, ISO 100

Porto Covo | Alentejo | Portugal

 

https://www.youtube.com/watch?v=N_MLJOJmATg

 

Ainda te hei-de ver

talvez vendida

a uma ninharia qualquer

 

e desaparecer

talvez perdida

já sem nada a perder

 

no mar cinzento e sombrio

pelas vagas destruidas

essa proa altiva

 

no mar de sonhos vazios

de ti propria fugitiva

sem história sozinha e esquecida

 

pagava pra ver

quem atrás dos panos

se esconde afinal

 

quem queres

teu prazer

floresta de enganos

meu falso cristal

 

deitada a perder

os mais sagrados vicios

tornava-me santo enfim

sem regatear sequer os sacrificios

sem nada a sobrar de mim

 

Paulo Gonzo - Pagava pra ver


publicado por Paulo Brites às 19:06
link do post | comentar | favorito (1)
|

.Mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. A sensação mais agradável...

. Nós nascemos para evoluir

. Por ai ...

. A razão de ser alentejano...

. Sonhos

. Viajar

. Afinal como foi o teu dia...

. Alma

. Até a nossa companhia é c...

. Varanda do Alqueva

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Sigo a estrada que me vai...

. Não há qualquer tragédia ...

. Momento

. Como é bom estar contigo!

.subscrever feeds