Domingo, 26 de Março de 2017

Eu hei-de amar uma pedra

DSC_0644-1-2

Nikon D3200, 18-55mm @ 48mm, f/11, 1/500s, ISO 400

Monchique | Algarve | Portugal

 

https://www.youtube.com/watch?v=wdgp85C1gMc

 

Eu hei-de amar uma pedra

Deixar o teu coração

Uma pedra sempre é mais firme

Tu és falsa e sem razão

 

Quando eu estava d´abalada

Meu amor para te ver

Armou-se uma trovoada

Mais tarde deu em chover

 

Mais tarde deu em chover

Sem fazer frio nem nada

Meu amor para te ver

Quando eu estava d´abalada

 

Vitorino & Janira Salomé


publicado por Paulo Brites às 07:09
link do post | comentar | favorito (1)
|

.Mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Alentejo

. Original é o poeta ...

. O tempo ...

. Camões ...

. Será arte Rupestre?

. Achei um verso ...

. Conheço a tua cara mas nã...

. Teimoso subi ao cimo de m...

. Monsaraz ...

. Um olhar para Monsaraz

.arquivos

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Balanço

. Sigo a estrada que me vai...

. Não há qualquer tragédia ...

. Momento

. Como é bom estar contigo!

.subscrever feeds