Quinta-feira, 2 de Março de 2017

Não dá para expressar.

DSC_8676-1-2

Nikon D3200, 18-55mm @ 22mm, f/9, 1/100s, ISO 100

Aldeia da Luz | Alentejo | Portugal

 

Procuro mil maneiras para me expressar

mas perco as palavras quando de ti é p`ra falar

sinto um pedaço do paraíso em mim

não dá para expressar o que és para mim;

 

Procuro mil maneiras para me expressar

o quanto te quero amar

partilhar os meus sentimentos

onde estás presente em todos os momentos;

 

Procuro mil maneiras para me expressar

escrever-te o que me faz amar,

mas só me lembro do teu jeito de estar

e é por isso, que não paro de te amar!

 

Procuro mil maneiras para me expressar

vomitar o que me vai na alma,

não consigo escrever nem tão pouco fotografar,

só consigo dizer, que não paro de te amar.

 

Paulo Brites


publicado por Paulo Brites às 22:30
link do post | comentar | favorito (1)
|

.Mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. A sensação mais agradável...

. Nós nascemos para evoluir

. Por ai ...

. A razão de ser alentejano...

. Sonhos

. Viajar

. Afinal como foi o teu dia...

. Alma

. Até a nossa companhia é c...

. Varanda do Alqueva

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Sigo a estrada que me vai...

. Não há qualquer tragédia ...

. Momento

. Como é bom estar contigo!

.subscrever feeds