Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Imagens da Minha Objectiva

As Imagens da Minha Objectiva

10 Mai, 2017

Pensamentos

DSC_9781-1-2

Nikon D3200, 18-55mm @ 32mm, f/7.1, 1/160s, ISO 100

Monsaraz | Alentejo | Portugal

 

Não penses demais ... o óbvio é a verdade mais dificil de se ver. 

DSC_9792-1-2

Nikon D3200, 18-55mm @ 18mm, f/3.5, 1/25s, ISO 100

Monsaraz | Alentejo | Portugal

 

Os olhos são inúteis quando a mente é cega. Pior que aquele que não quer ver é aquele que a mente não consegue deixar ver, ou melhor mesmo vendo, finge que não vê …

09 Mai, 2017

Olha ...

DSC_8774-1-2

Nikon D3200, 18-55mm @ 22mm, f/9, 1/80s, ISO 100

Monsaraz | Alentejo | Portugal

 

" ... Olha … tive uma ideia! – Diz ele

- Sim diz … - Diz ela

- Anota num post-it para que não te esqueças - Diz ele

- E porquê? – Pergunta ela

- Porque será importante que não te esqueças do que te digo, porque mais cedo ou mais tarde te vás lembrar … - Diz ele

- Talvez de uma forma muito subtil eu já me aperceba disso … detesto quando tens razão. – Diz ela

 

Excerto do meu próximo projeto – © Paulo Brites

DSC_8397-1-2

Nikon D3200, 18-55mm @ 18mm, f/10, 1/320s, ISO 100

Lago de Alqueva | Monsaraz | Portugal

 

Peregrino das palavras

 

Nos dias baços de sol ausente
havia lâminas expostas ao vento
e os pássaros da minha rua
anichavam-se nas dobras nuas
em trinados que enchiam a noite
dádiva de palavras, ágape pobre
de rimas, estrofes ao sabor do acaso
quase sempre a memória vivia
de pequenos nadas sepultados
nas esquinas dos dias idos,
soltava-se um rio tranquilo de margens
onde as palavras lavadas de significado
possuíam o aroma do dicionário
livre a que poeticamente pertencem
a gota vulgar da chuva miúda
é agora lágrima bendita a escorrer
até ao parapeito da janela aberta
sobre o mundo mágico do vate
quase prece quase louvor,hino
que desperta a sensualidade
onde habita o verso o poema
e o poeta peregrino das palavras.

 

in "Uma gaivota que debica a madrugada" página 44, 2001 Luís Filipe Marcão
Aparição Edições do Alentejo Lda

DSC_9746-1-2

Nikon D3200, 18-55mm @ 18mm, f/10, 1/250s, ISO 100

Por ai ... | Alentejo | Portugal

 

"Não inventes momentos mágicos para fugir à compreensão da verdade."

 

Graça Aguiar in Vento do Norte (lançamento no proximo dia 20 de Maio)

DSC_4873-1-2

Nikon D3200, 18-55mm @ 48mm, f/8, 1/320s, ISO 100

Porto Covo | Alentejo | Portugal

 

https://www.youtube.com/watch?v=N_MLJOJmATg

 

Ainda te hei-de ver

talvez vendida

a uma ninharia qualquer

 

e desaparecer

talvez perdida

já sem nada a perder

 

no mar cinzento e sombrio

pelas vagas destruidas

essa proa altiva

 

no mar de sonhos vazios

de ti propria fugitiva

sem história sozinha e esquecida

 

pagava pra ver

quem atrás dos panos

se esconde afinal

 

quem queres

teu prazer

floresta de enganos

meu falso cristal

 

deitada a perder

os mais sagrados vicios

tornava-me santo enfim

sem regatear sequer os sacrificios

sem nada a sobrar de mim

 

Paulo Gonzo - Pagava pra ver

DSC_5819+LR5+A

Nikon D3200, 18-55mm @ 36mm, f/10, 1/50s, ISO 100

Por ai ... | Algarve | Portugal

 

Naquela tarde de Julho

na praia do pintadinho

na areia escrevi o teu nome

com ternura e carinho,

 

mas o mar com a sua bravura

o teu nome veio apagar

e eu com o meu olhar

fotografei e não o deixei abalar;

 

Não desisto do meu desejo

e gritarei com todas as forças!

É assim que te vejo

 

e, aconteça o que acontecer

nada vai apagar

o que por ti sinto e que estou sempre a recordar.

 

© Paulo Brites

DSC_8754-1-2

Nikon D3200, 18-55mm @ 18mm, f/3.5, 1/160s, ISO 100

Por ai ... | Portugal

 

Não é por gostar do poema que se ama o Poeta ...

 

"- faltas-me tu, disse ele.

- tens tudo o resto? , perguntou ela.

- não, do resto nada tenho também...mas não me faz falta."

Pág. 2/2