Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Imagens da Minha Objectiva

As Imagens da Minha Objectiva

IMG_0639-1.jpgCanon EOS100, 18-55mm @ 18mm, f/7.1, 1/640s, ISO 100

 

https://www.youtube.com/watch?v=sbtiAlZC-Zg

 

- Olá!
- Olá! 
- Estás a comer alguma coisa?
- Estou!
- Gostas muito de algodão?
- Gosto!
- Queres ouvir uma historia que eu conheço sobre o algodão doce?
- Quero.


Açúcar com açúcar faz um mundo
que cresce nos teus olhos sem saber
que é Universo novo, nuvem névoa
e é para comer, e é para comer, algodão doce quem eu quero,
mas olha bem para dentro desse Mundo
vê lá se vês pessoas a passar,
se nós quisermos todos, se nós quisermos todos,
o Mundo pode ser uma canção pra se cantar...

O Mundo é uma bola de algodão que está na nossa mão
e fica bem melhor se tu sorris.
O Mundo é uma bola de algodão que está na nossa mão
que está na nossa mão fazer feliz.

O mundo é uma bola de algodão que está na nossa mão
e fica bem melhor se tu sorris.
O Mundo é uma bola de algodão que está na nossa mão 
que está na nossa mão fazer feliz.

Não sujes o nariz com o teu Mundo
a tua nuvem doce de brincar
é leve como um pássaro assustado
que quer voar, que quer voar
algodão doce é vento a andar.
- Eu já olhei para dentro do meu mundo.
- O que é que viste?
- Só vi teias de açúcar a brilhar.
- ahahahahaha
- Se nós quisermos todos.
- Se nós quisermos todos, 
o mundo pode ser uma canção para se cantar...
o Mundo é uma bola de algodão que está na nossa mão
e fica bem melhor se tu sorris. O Mundo é uma bola de algodão que está na nossa mão
que está na nossa mão fazer feliz. O Mundo é uma bola de algodão que está na nossa mão
e fica bem melhor se tu sorris. O Mundo é uma bola de algodão que está na nossa mão
que está na nossa mão fazer feliz.

biubiubiubiubiu...

O Mundo é uma bola de algodão que está na nossa mão
e fica bem melhor se tu sorris.
O Mundo é uma bola de algodão que está na nossa mão
que está na nossa mão fazer feliz.
O Mundo é uma bola de algodão que está na nossa mão
que fica bem melhor se tu sorris.
O Mundo é uma bola de algodão que está na nossa mão
que está na nossa mão...»

 

 

DSC_10316-1-1.jpgNikon D3200, 18-55mm @ 23mm, f/8, 1/320s, ISO 200

 

https://www.youtube.com/watch?v=TpSey9r6-a0

 

93 Million miles from the sun
People get ready, get ready
‘Cause here it comes, it's a light
A beautiful light, over the horizon
Into our eyes
Oh, my, my how beautiful
Oh, my beautiful mother
She told me: Son, in life you're gonna go far

If you do it right, you'll love where you are
Just know, wherever you go
You can always come home

240 Thousand miles from the moon
We've come a long way to belong here
To share this view of the night
A glorious night
Over the horizon is another bright sky
Oh, my, my how beautiful
Oh, my irrefutable father
He told me, son, sometimes it may seem dark
But the absence of the light is a necessary part
Just know, you're never alone
You can always come back home

You can always come back

Every road is a slippery slope
There is always a hand that you can hold on to
Looking deeper through the telescope
You can see that your home's inside of you

Just know, that wherever you go
No, you're never alone
You will always get back home

93 Million miles from the sun
People get ready, get ready
‘Cause here it comes, it's a light
A beautiful light, over the horizon
Into our eyes

 

 

DSC_3491-1-3.jpgNikon D3200, 50-200mm @ 50mm, f/4.5, 1/1000s, ISO 400

 

https://www.youtube.com/watch?v=t6QEMGq74iQ

 

É água no mar, é maré cheia oi
Mareia oi, mareia
É água no mar

É água no mar, é maré cheia oi
Mareia oi, mareia

Contam que toda tristeza
Que tem na Bahia
Nasceu de uns olhos morenos
Molhados de mar

Não sei se é conto de areia
Ou se é fantasia
Que a luz da candeia alumia
Pra gente contar

Um dia a morena enfeitada
De rosas e rendas
Abriu seu sorriso de moça
E pediu pra dançar

A noite emprestou as estrelas
Bordadas de prata
E as águas de Amaralina
Eram gotas de luar.

Era um peito só
Cheio de promessa era só
Era um peito só, cheio de promessa era só

Era um peito só
Cheio de promessa era só
Era um peito só, cheio de promessa era só

Quem foi que mandou
O seu amor
Se fazer de canoeiro
O vento que rola nas palmas
Arrasta o veleiro
E leva pro meio das águas
de Iemanjá
E o mestre valente vagueia
Olhando pra areia sem poder chegar
Adeus, amor

Adeus, meu amor
Não me espera
Porque eu já vou me embora
Pro reino que esconde os tesouros
De minha senhora

Desfia colares de conchas
Pra vida passar
E deixa de olhar pros veleiros
Adeus meu amor eu não vou mais voltar

Foi beira-mar, foi beira-mar quem chamou
Foi beira-mar ê, foi beira-mar
Foi beira-mar, foi beira-mar quem chamou
Foi beira-mar ê, foi beira-mar

É água no mar, é água no mar ê, é maré cheia oi
Mareia oi, mareia
É água no mar

É água no mar, é maré cheia oi
Mareia oi, mareia
É água no mar

 

 

DSC_10370 - Opole - Polónia-1-3.jpgNikon D3200, 18-55mm @ 20mm, f/5.1, 1/1800s, ISO 100

 

https://www.youtube.com/watch?v=tXiLnwKKQb0

 

You can win the fight
You can grab a piece of the sky
You can break the rules
But before you try

You gotta love someone
You gotta love someone

You can stop the world
Steal the face from the moon
You can beat the clock
But before high noon

You gotta love someone
You gotta love someone

You've got one life with a reason
You need two hearts on one side
When you stand alone and there's no one there
To share the way it feels inside and baby

You can cheat the devil
And slice a piece of the sun
Burn up the highway
But before you run

You gotta love someone
You gotta love someone

When you're gonna play with fire
You let someone share the heat
When you're on your own and there's no one there
To cool the flames beneath your feet and baby

You can win the fight, you can
Grab a piece of the sky
You can break the rules
But before you try

You gotta love someone
You gotta love someone
You gotta love someone
You gotta love someone

 

 

25931647788_7a7d4308b2_o.jpgNikon D3200, 18-55mm @ 18mm, f/7.1, 1/80s, ISO 100

 

https://www.youtube.com/watch?v=ASHG26YDsOs

 

Se eu pudesse dizer
O que o teu olhar diz
Quando me olhas assim
Se eu pudesse colher
A papoila que tu
Deixas dentro de mim
 
Se eu pudesse morar
Onde o teu coração
Tem a chave do lar
O mundo era perfeito
Tudo tinha o seu jeito
Dentro desse lugar
 
Se a nuvem fosse embora
E o sol radiasse
Dentro da minha voz
Talvez eu conseguisse
Que a minha voz voltasse
E falasse de nós
 
Se eu pudesse dizer
Dizer como um segredo
E deixasse no ar
Para mim o teu nome
Eu já era feliz
E deixava-me levar
Libertado do medo das palavras com fome
 

Mas por cada mulher
Que é só feita de amar
E nasceu numa flor
Num jardim que tu lavras

Há um homem qualquer
Que aprendeu a falar
E morrendo de amor
Acabou sem palavras

 
 
 

DSC_10368 - Newcastle-1-3.jpgNikon D3200, 18-55mm @ 24mm, f/6.3, 1/80s, ISO 100

 

https://www.youtube.com/watch?v=w_apimypjOs

 

Cuando se despertó,
no recordaba nada
de la noche anterior,
«demasiadas cervezas»,
dijo, al ver mi cabeza,
al lado de la suya, en la almohada…
y la besé otra vez,
pero ya no era ayer,
sino mañana.
Y un insolente sol,
como un ladrón, entró
por la ventana.
El día que llegó
tenía ojeras malvas
y barro en el tacón,
desnudos, pero extraños,
nos vio, roto el engaño
de la noche, la cruda luz del alba.
Era la hora de huir
y se fue, sin decir:
«llámame un día».
Desde el balcón, la vi
perderse, en el trajín
de la Gran Vía.
Y la vida siguió,
como siguen las cosas que no
tienen mucho sentido,
una vez me contó,
un amigo común, que la vio
donde habita el olvido.
La pupila archivó
un semáforo rojo,
una mochila, un peugeot
y aquellos ojos
miopes
y la sangre al galope
por mis venas
y una nube de arena
dentro del corazón
y esta racha de amor
sin apetito.
Los besos que perdí,
por no saber decir:
«te necesito».
Y la vida siguió,
como siguen las cosas que no
tienen mucho sentido,
una vez me contó,
un amigo común, que la vio
donde habita el olvido.

 

 

DSC_1635-1-3.jpgNikon D3200, 50-200mm @ 50mm, f/7.1, 1/1250s, ISO 220

 

https://www.youtube.com/watch?v=g1r-k999M6c

 

A caixa negra tem,
lá coisas que não revela a ninguém.
Não lembra ao diabo também!
A caixa negra tem,
altura que não convém, a ninguém!
Afetam e assustam também!
E há quem lhe chame preta
sem poemas na gaveta
mais uns sons tipo trombeta.

Há sempre uma bicicleta,
com motor é uma lambreta
uma bala na caneta!

A caixa negra nem,
tem cores que se distinguem muito bem.
Nem respeito nem pudor.
A caixa negra traz traz,
revelações do além
vai e vem;
vai e vem
vai e vem.

Quem levanta uma suspeita
uma perna mui perfeita
a tua espera rarefeita.
Há sempre uma bicicleta lá!
Que com motor é uma lambreta
uma bala na corneta.

Há mais uma bicicleta,
com motor é uma lambreta
uma bala na caneta.

Quem levanta uma suspeita não!
Uma saia, uma pedra
uma perna tão perfeita.
Lá vem uma bicicleta
com motor ou outra lambeta
uma bala na caneta.

Caixa negra vem,
caixa negra tem!

 

 

DSC_10304-1-2.jpgNikon D3200, 18-55mm @ 35mm, f/5.1, 1/160s, ISO 100

 

https://www.youtube.com/watch?v=LixIT5ta3zA

 

Então tá combinado, é quase nada
é tudo somente sexo e amizade.
Não tem nenhum engano nem mistério.
É tudo só brincadeira e verdade.
Podemos ver o mundo juntos,
sermos dois e sermos muitos,
nos sabermos sós sem estarmos sós.
Abrirmos a cabeça
para que afinal floresça
o mais que humano em nós.
Então tá tudo dito e é tão bonito
e eu acredito num claro futuro,
de música, ternura e aventura
pro equilibrista em cima do muro.
Mas e se o amor pra nós chegar,
de nós, de algum lugar
com todo o seu tenebroso esplendor?
Mas e se o amor já está,
se há muito tempo que chegou
e só nos enganou?
Então não fale nada, apague a estrada
que seu caminhar já desenhou
porque toda razão, toda palavra
vale nada quando chega o amor...

 

 

DSC_10139-1-3.jpgNikon D3200, 18-55mm @ 18mm, f/5.1, 2s, ISO 100

 

https://www.youtube.com/watch?v=CpxvHfLe6zU 

 

Que el maquillaje no apague tu risa,
que el equipaje no lastre tus alas,
que el calendario no venga con prisas,
que el diccionario detenga las balas,
Que las persianas corrijan la aurora,
que gane el quiero la guerra del puedo,
que los que esperan no cuenten las horas,
que los que matan se mueran de miedo.
Que el fin del mundo te pille bailando,
que el escenario me tiña las canas,
que nunca sepas ni cómo, ni cuándo,
ni ciento volando, ni ayer ni mañana
Que el corazón no se pase de moda,
que los otoños te doren la piel,
que cada noche sea noche de bodas,
que no se ponga la luna de miel.
Que todas las noches sean noches de boda,
que todas las lunas sean lunas de miel.
Que las verdades no tengan complejos,
que las mentiras parezcan mentira,
que no te den la razón los espejos,
que te aproveche mirar lo que miras.
Que no se ocupe de tí el desamparo,
que cada cena sea tu última cena,
que ser valiente no salga tan caro,
que ser cobarde no valga la pena.
Que no te compren por menos de nada,
que no te vendan amor sin espinas,
que no te duerman con cuentos de hadas,
que no te cierren el bar de la esquina.
Que el corazón no se pase de moda,
que los otoños te doren la piel,
que cada noche sea noche de bodas,
que no se ponga la luna de miel.
Que todas las noches sean noches de boda,
que todas las lunas sean lunas de miel.

 

 

DSC_10071-1-3.jpgNikon D3200, 18-55mm @ 18mm, f/7.1, 1/160s, ISO 100

 

https://www.youtube.com/watch?v=FD2NuMknbgk

 

Chegaste com três vinténs
E o ar de quem não tem
Muito mais a perder
O vinho não era bom
A banda não tinha tom
Mas tu fizeste a noite apetecer
Mandaste a minha solidão embora
Iluminaste o pavilhão da aurora
Com o teu passo inseguro
E o paraíso no teu olhar

Eu fiquei louco por ti
Logo rejuvenesci
Não podia falhar
Dispondo a meu favor
Da eloquência do amor
Ali mesmo à mão de semear
Mostrei-te a origem do bem e o reverso
Provei-te que o que conta no universo
É esse passo inseguro
E o paraíso no teu olhar

Dá-me lume, dá-me lume
Deixa o teu fogo envolver-me
Até a música acabar
Dá-me lume, não deixes o frio entrar
Faz os teus braços fechar-me as asas
Há tanto tempo a acenar

Eu tinha o espírito aberto
Às vezes andei perto
Da essência do amor
Porém no meio dos colchões
No meio dos trambolhões
A situação era cada vez pior
Tu despertaste em mim um ser mais leve
E eu sei que essencialmente isso se deve
A esse passo inseguro
E ao paraíso no teu olhar

Dá-me lume, dá-me lume
Deixa o teu fogo envolver-me
Até a música acabar
Dá-me lume, não deixes o frio entrar
Faz os teus braços fechar-me as asas
Há tanto tempo a acenar

Se eu fosse compositor
Compunha em teu louvor
Um hino triunfal
Se eu fosse crítico de arte
Havia de declarar-te
Obra-prima à escala mundial
Mas eu não passo dum homem vulgar
Que tem a sorte de saborear
Esse teu passo inseguro
E o paraíso no teu olhar
Esse teu passo inseguro
E o paraíso no teu olhar

 

 

 

DSC_10505-2.jpgNikon D3200, 50-200mm @ 200mm, f/11, 1/4s, ISO 200

 

https://www.youtube.com/watch?v=MuhzV1Up4ys

 

Preferias que cantasse noutro tom
Que te pintasse o mundo de outra cor
Que te pusesse aos pés um mundo bom
E que te jurasse amor, o eterno amor

Querias que roubasse ao Sete-Estrelo
A luz que te iluminasse o olhar
Embalar-te nas ondas com desvelo
Levar-te até à lua para dançar

Que a lua está longe e mesmo assim
Dançar podemos sempre se quiseres
Ou então se preferires fica aí
Que ninguém há-de saber o que disseres

Talvez até pudesse dar-te mais
Que tudo o que tu possas desejar
Não te debruces tanto que ainda cais
Não sei se me estás a acompanhar

Que a lua está longe e mesmo assim
Dançar podemos sempre se quiseres
Ou então se preferires fica aí
Que ninguém há-de saber o que disseres

Podia, se quisesses, explicar-te
Sem pressa, tranquila, devagar
E pondo, claro está, modéstia à parte
Uma ou duas coisas se calhar

Que a lua está longe e mesmo assim
Dançar podemos sempre se quiseres
Ou então se preferires fica aí
Que ninguém há-de saber o que disseres

 

 

 

DSC_10506-1-2.jpgNikon D3200, 18-55mm @ 26mm, f/4, 1/160s, ISO 400

 

https://www.youtube.com/watch?v=2oX2FSv4Rys

 

Someone told me long ago
There's a calm before the storm
I know
It's been coming for some time

When it's over, so they say
It'll rain a sunny day
I know
Shinin' down like water

I wanna know
Have you ever seen the rain?
I wanna know
Have you ever seen the rain
Comin' down on a sunny day?

Yesterday and days before
Sun is cold and rain is hot
I know
Been that way for all my time

'Til forever, on it goes
Through the circle, fast and slow
I know
It can't stop, I wonder

I wanna know
Have you ever seen the rain?
I wanna know
Have you ever seen the rain
Comin' down on a sunny day?
Yeah!

I wanna know
Have you ever seen the rain?
I wanna know
Have you ever seen the rain
Comin' down on a sunny day?