Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Imagens da Minha Objectiva

As Imagens da Minha Objectiva

26 de Julho, 2020

Um poema e uma fotografia - parte XXIII

Paulo Brites

DSC_8347-1-2.jpg

 

Para além da curva da estrada
Talvez haja um poço, e talvez um castelo,
E talvez apenas a continuação da estrada.
Não sei nem pergunto.
Enquanto vou na estrada antes da curva
Só olho para a estrada antes da curva,
Porque não posso ver senão a estrada antes da curva.
De nada me serviria estar olhando para outro lado
E para aquilo que não vejo.
Importemo-nos apenas com o lugar onde estamos.
Há beleza bastante em estar aqui e não noutra parte qualquer.
Se há alguém para além da curva da estrada,
Esses que se preocupem com o que há para além da curva da estrada.
Essa é que é a estrada para eles.
Se nós tivermos que chegar lá, quando lá chegarmos saberemos.
Por ora só sabemos que lá não estamos.
Aqui há só a estrada antes da curva, e antes da curva
Há a estrada sem curva nenhuma.


Para além da curva da estrada - Alberto Caeiro

 

 

25 de Julho, 2020

Um poema e uma fotografia - parte XXII

Paulo Brites

DSC_10639-1-2.jpg

 

O dia começa quando abrem as livrarias.
Há homens que entendem de livros e varandas
onde visitam os pombos,
mas que perdem a vida a escrever a morte.
Há homens que se lavam diariamente com poemas
enquanto passam as mãos pelo cabelo.
E é muitas vezes um jogo de espelhos.

Há homens que fecham os livros com os dedos
amarelos do tabaco, que foi tudo o que conseguiram obter.
O destino da livraria é este mundo pequeno
que se segura numa imagem e escoa as palavras
para longe do local onde limpam os pés.

Mas há homens que chegam a casa
e plantam versos
para jorrar à sua porta.

 

Tomas Nunes Pessoa dos Santos

 

15 de Julho, 2020

Diz pelo menos os palavrões todos que te apeteça dizer

Paulo Brites

DSC_10558-1-2.jpg

 

Usa desodorizante.
Diz pelo menos os palavrões todos que te apeteça dizer.
Lava os dentes.
Faz algo que te assuste.
Diz piadas.
Não escolhas o fácil só porque te parece fácil.
Não comas com a boca aberta.
Não faças o difícil só porque te parece difícil.
Ama sem olhar a quem.
Come chocolates.
Ama só quando te sentes alguém.
Beija de língua.
Sonha com algo impossível.
Orgulha-te de cada ruga.
Experimenta novas posições sexuais.
Ri-te de ti.
Sonha com algo possível.
Ri-te dos outros.
Imagina o teu pior inimigo sentado na sanita.
Ri-te de tudo.
Nunca penses que brincas demais.
Chora.
Salta à corda.
Leva quem amas para um motel.
Atira-te ao mar sempre que podes.
Ama o sol.
Abraça.
Ama a chuva.
Perdoa quem amas.
Ama o vento.
Perdoa quem não amas.
Toma banho todos os dias.
Nunca desistas de um orgasmo.
Partilha.
Ajuda.
Olha.
Faz questão de tocar com a pele.
Sorri para quem te quer bem.
Abraça com força.
Sorri para quem te quer mal.
Não tenhas medo de desistir.
Sê único.
Não tenhas medo de não desistir.
Respeita a maioria.
Sê feliz com tudo o que temes.
Caga na maioria.
Dá tudo o que tens a todos os que amas.
Vai ao contrário só porque te apetece.
Usa cremes hidratantes.
Faz o que te der na real gana.
Casa por amor.
Ri para sempre.
Vive por amor.
Pisa o risco.
Vicia-te em adrenalina.
Prossegue.
Avança.
Faz opções em nome do prazer.
Insiste em viver.
Continua esta lista.
Todos os dias.
A toda a hora.
Já!

 

Pedro Chagas Freitas