Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Imagens da Minha Objectiva

As Imagens da Minha Objectiva

05 de Agosto, 2020

Um poema ao amor - parte I

Paulo Brites

DSC_F0003.jpg

 

O perfeito, na harmonia imperfeita
da imperfeição do evoluir.
Harmonia perfeita que roça a imperfeição.
Manipulação do pensamento
na impulsividade da semente que se cultiva.
Na oferta do que temos fica em desequilíbrio,
mas a culpa, não se sentirá!
Na manifestação do sentir
é que ele ocorrerá.

Num futuro passado,
no cofre das lembranças,
com um melhor presente
e, uma fábrica de passado.
Certo ou errado?
Consequências do existir.

Que se ame sem possuir
que se invada sem depender
que se respeite a liberdade dos momentos.
O barulho dos silêncios
e a beleza do existir.
Só assim, a harmonia, acontecerá.

Paulo Brites 

 

4 comentários

Comentar post